Midcult

sábado, março 13, 2010

“Notícias Populares” de Santa Rosa

Este texto circula na internet desde o começo do ano passado, mas só agora eu tive o “prazer” de receber a matéria – que eu julgo ser uma piada armada por algum desocupado de mente sórdida.

De todo modo, como este blog tem pretensão a qualquer coisa – ou a nenhuma -, convido vocês a saborearem ou “assarem uma carninha”. O mais comovente é a expressão usada pelo autor das linhas: “… resolveram praticar atos libidinosos”.

Cintia Santiago – pensando, intrigada, no último churrasco do qual participou

Anúncios

terça-feira, março 2, 2010

Lady Gaga rainha dos baixinhos

Filed under: Vergonha alheia — Nádia Lapa @ 21:55
Tags: , , , ,

Ou… os pais não têm noção!

Rolou no Twitter, mas eu não tinha visto o vídeo ainda. Mas quando uma bizarrice brasileira chega à Entertainment Weekly, tá na hora de assistir.

Laura Fontana, de 8 anos, participa do Qual é o seu talento? fazendo um cover de Lady Gaga. E a mãe fica nos bastidores nervosa com a presepada:

Fiquei sabendo recentemente que as crianças AMAM Lady Gaga. Pedem DVD. Meu sobrinho dança Poker Face. Mas daí a maquiar a criança, colocar uma peruca e apresentar em rede nacional de tv há uma enorme, gigantesca distância.

O mesmo post da EW linka pra um outro vídeo, dessa vez uma brincadeira com Tik Tok, da Ke$ha (what the hell is this name?):

Em vez desses pais perderem tempo editando um vídeo constrangedor, eles deveriam é arrumar o quarto dessa criança!

Who cares?

Filed under: Uncategorized — Nádia Lapa @ 21:34
Tags: ,

E o who cares? do dia vai para a manchete do G1:

Pussycat Dolls perde duas de suas integrantes

Ashley Roberts e Kimberley Wyatt anunciaram saída da banda feminina.
Dupla não estaria satisfeita com o destaque da líder Nicole Scherzinger.

QUEM?

segunda-feira, março 1, 2010

Muito glamour

Filed under: fotografia — Nádia Lapa @ 22:18
Tags: , ,

O fotógrafo Matt Blum começou em 2005 uma série com uma proposta muito parecida com o que vemos por aí: tirar foto de gente nua. Clichê? Poderia ser, se não tivesse Blum uma alma sensível de artista.

Surgiu então o The Nu Project, “uma série de fotos de gente normal nua. Nada de modelos, nada de maquiagem, nada de glamour”.

E olhando aquela série de fotos de gente-como-a-gente, uma luz veio à minha cabeça: por qual razão somos tão envergonhados dos nossos corpos? Por que insistimos em transar de luz apagada, temos vergonha de comprar um biquini um pouco menor (e quase vamos de burca à praia) ou insistimos nas blusas de manga pq nosso braço é muito gordo?

Na extensa série de fotografias, pouquíssimos corpos são invejáveis segundo o nosso irreal padrão de beleza. Sobram celulites, manchas no corpo, sardas em demasia, estrias, pelos onde não mais estamos acostumados a vê-los. Mulheres muito magras, mulheres muito gordas. Mamilos esquisitos, bundas caídas, rugas.

Deveria ser feio.

Mas não é. A razão é simples: a gente se reconhece ali – naquela barriga protuberante, no quadril mais estreito do que a gente gostaria, no seio flácido. Somos todos assim, todos iguais, e belíssimos. Somos atraentes, desejáveis e sensuais. Só nos falta reconhecer isso. Talvez seja preciso olhar pelas lentes de Matt Blum.

Blog no WordPress.com.