Midcult

segunda-feira, março 1, 2010

Muito glamour

Filed under: fotografia — Nádia Lapa @ 22:18
Tags: , ,

O fotógrafo Matt Blum começou em 2005 uma série com uma proposta muito parecida com o que vemos por aí: tirar foto de gente nua. Clichê? Poderia ser, se não tivesse Blum uma alma sensível de artista.

Surgiu então o The Nu Project, “uma série de fotos de gente normal nua. Nada de modelos, nada de maquiagem, nada de glamour”.

E olhando aquela série de fotos de gente-como-a-gente, uma luz veio à minha cabeça: por qual razão somos tão envergonhados dos nossos corpos? Por que insistimos em transar de luz apagada, temos vergonha de comprar um biquini um pouco menor (e quase vamos de burca à praia) ou insistimos nas blusas de manga pq nosso braço é muito gordo?

Na extensa série de fotografias, pouquíssimos corpos são invejáveis segundo o nosso irreal padrão de beleza. Sobram celulites, manchas no corpo, sardas em demasia, estrias, pelos onde não mais estamos acostumados a vê-los. Mulheres muito magras, mulheres muito gordas. Mamilos esquisitos, bundas caídas, rugas.

Deveria ser feio.

Mas não é. A razão é simples: a gente se reconhece ali – naquela barriga protuberante, no quadril mais estreito do que a gente gostaria, no seio flácido. Somos todos assim, todos iguais, e belíssimos. Somos atraentes, desejáveis e sensuais. Só nos falta reconhecer isso. Talvez seja preciso olhar pelas lentes de Matt Blum.

Anúncios

quarta-feira, abril 22, 2009

Fotografei você na minha Rolleiflex…

Filed under: Compras,Música,Velharia — Nádia Lapa @ 12:44
Tags: , , , ,

Por incrível que pareça, alguns dos momentos mais legais do meu cotidiano acontecem na minha aula de ginástica postural. É extremamente relaxante e eu descubro músculos que jamais imaginei que tivesse. Quando a trilha sonora é Bossa Nova, então…. (mas não, eu não curti quando tive que dançar “Samba de uma nota só”)

Não sou – definitivamente – uma entusiasta da música brasileira, mas TomViniciusMenescaleCiaLtda me tocam (ui) de um jeito especial. Talvez seja uma saudade bizarra de um Rio que eu não conheci, talvez seja o jeito de falar de amor de um jeito fofo, mas não piegas. Whatever.

Nariz de cera à parte, hoje tocou “Desafinado”. Pra quem não liga o nome à pessoa (como, eu não sei), aí está o vídeo:

Se você tem algum dinheirinho e um amor pra fotografar na sua Rolleiflex, que tal adquirir o melhor presente de todos os tempos?

rolleiflex

A belezura da foto está à venda na Urban Outfitters por apenas 350 dólares. E é digital, com 5 mp de resolução e tem visor de LCD. Infelizmente eles não enviam pro Brasil. Mesmo assim, já está na minha lista de “Must have”. 

Por Nádia Lapa

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.