Midcult

quinta-feira, maio 21, 2009

Agora é a vez do Rio

A Cidade Maravilhosa vai ganhar a sua primeira edição da Virada Cultural.

A versão paulistana sempre foi marcada, de um lado, pela diversidade de estilos e, de outro, pelo vandalismo e má educação dos participantes. De qualquer maneira, são 24 horas ininterruptas de eventos para todos os públicos, em várias partes da cidade.

A edição carioca terá 48 horas de duração, de 5 a 7 de junho. A proposta é basicamente a mesma: palcos espalhados pelos bairros, como na Praça Quinze e na Cidade do Samba. Música, artes plásticas, teatro, cinema… Tudo de graça ou a preços populares.

Como eles dizem por lá: “Demorô!”. E, peloamordedeus, não esculhambem a cidade! Porque São Paulo ficou pelo menos dois dias com a região central igual a um pardieiro.

Nota da redação: sinto saudade do Rio como se a cidade fosse gente. Tudo que me veio de lá – direta ou indiretamente – é o que de mais valioso se pode ter.

RJ

Cintia Santiago

sexta-feira, maio 1, 2009

A dica da Pequena Sereia

Filed under: Passeios e diversão — O escritor @ 18:52
Tags: , ,

Embora nostálgica, estou hoje na faixa etária dos 8 anos. Por isso, aqui vai uma sugestão que é a minha cara.

Inaugurado em 6 de julho de 2006, o Aquário de São Paulo possuía no início apenas o setor de águas doces; em janeiro de 2008, foi criado o oceanário e, hoje, este espaço comporta mais de 1 milhão de litros de água do mar. Nas duas áreas, há cerca de 500 espécies e 3 mil exemplares de animais, entre marinhos, répteis, mamíferos e de água doce. Alguns deles foram comprados de criadouros particulares autorizados pelo Ibama, doados de jardins zoológicos e outros importados, como é o caso dos morcegos gigantes da Ilha de Java, conhecidos como “Raposas Voadoras”.

Eu fiquei fascinada pelo tanque dos “Gigantes da Amazônia”. Sempre imaginei que havia peixes grandes na natureza, mas não que o tamanho deles beirasse o absurdo.

dsc00419

O passeio, obviamente, é um grande programa para as crianças, mas vi muito adulto de boca aberta dizendo “Ai, que bonitinho”. O melhor horário para visitação é entre 9 e 13 horas. Depois disso, as crianças tomam conta dos corredores e você vai ter que disputar espaço com os carrinhos de bebê. Inclusive, acho que deveria ser proibida a entrada deles, uma vez que o espaço é de passagem para pessoas apenas. O lugar é um AQUÁRIO, e não um parque com milhares de metros quadrados. Daqui a pouco, vai ter nego querendo bater uma bolinha lá dentro.

Olha só que tudo de bom:

Enfim, se você não tiver o que fazer, vá até o Aquário de São Paulo. E se tiver, vá mesmo assim; vale a pena.

Serviço
Rua Huet Bacelar, 407 – Ipiranga – São Paulo/SP
Fone : (11) 2273.5500
Todos os dias, das 9:00 às 18:00 horas.

Cintia Santiago, que levou um “não vou ao aquário” de Nádia, ao convidá-la para o passeio.

Blog no WordPress.com.