Midcult

segunda-feira, julho 13, 2009

Casas Pernambucanas ou Tostines? Eis a questão

Como já deu pra perceber, as duas moças que fazem este blog são um tanto quanto antigas. Para manter a tradição, eis que me lembrei de alguns comerciais de TV “do tempo do onça”, como dizem por aí. Tudo aconteceu porque, com esse friozinho que faz em Sampa, uma amiga fez aquela brincadeira quando eu bati na porta do quarto dela: “Quem bate?” – “É o friiiiio!”.

Bom, já deu pra perceber que o jargão acima pertence ao comercial das Casas Pernambucanas, né? Se não, esqueça e vá ler outro blog. 😉

Olhem só, de 1962:

O que dizer, então, da propaganda dos cobertores Parahyba? A professora do jardim da infância cantava a musiquinha naqueles dias em que a gente dormia no colégio durante a tarde.

Agora, o bordão mais famoso do que o de Hamlet: “Vende mais porque é fresquinho ou é fresquinho porque vende mais?”.

Cintia Santiago, que adora ter um motivo pra falar de coisas antigas

Blog no WordPress.com.