Midcult

sexta-feira, novembro 13, 2009

Eu tenho pança, e você?

Filed under: absurdo — Nádia Lapa @ 11:10
Tags: , , , ,

Eu devia estar escrevendo um texto cujo prazo já foi adiado duas vezes. Mas pelo Twitter cheguei a um link que traz fotos de biquini da Geisy (ou Geysi), a “loura da Uniban”. E não pude me calar.

A esta altura, creio ser dispensável dizer de quem se trata, ou ainda dar minha opinião sobre a perseguição à moça na faculdade, bem como a palhaçada da reitoria da “universidade” em expulsá-la, depois voltar atrás, etc. Muito já foi dito sobre isso. Incrivelmente, há sempre os espíritos-de-porco que acham que a vítima é a culpada.

Mas voltando às fotos de biquini, os comentários no blog que postou as imagens (não vou dar o link) são os mais absurdos. Chegaram a este ponto:

Cara de vadia.
Pose de vadia.
Corpo da minha tia.
Aliás, seria uma ofensa pra minha tia. akosokakopskopapok

Dos 11 comentários publicados até agora, meio dia de uma sexta-feira 13, somente um é “elogioso” ao chamar a garota de “Gordelícia”. Há quem diga que “até a tia da faxina deve ta (sic) melhor que ela”. Este comentário foi postado 5:47 da manhã. Duvido que este ser humano estivesse se preparando pra ir malhar. Deve ter passado a noite online, comendo besteira e vendo sites “impróprios para menores”.

Deixa eu ver se entendi: não basta a menina ter sido perseguida e xingada na faculdade, ter tido a vida invadida por milhares de olhos ávidos por sensacionalismo, agora ela vai ser execrada porque não tem o corpo perfeito?

Fica a pergunta: quem de nós o tem? Qual desses homens que a xingam (inclusive um jornalista por quem eu nutria um certo respeito) tem alguma semelhança com o Brad Pitt? Qual de nós está satisfeita com a aparência física? Quantos de nós gostariam de poder pagar um personal trainer, um cirurgião plástico ou uma drenagem linfática? Ou, melhor ainda, ter uma genética a la Gisele Bundchen?

O pior nem é sermos todos feios, pançudinhos e de cabelo ruim. Como nós, há seis bilhões de pessoas com os mesmos defeitos e crises existenciais. O pior é darmos valor exacerbado à vaidade e criticarmos uns aos outros sem o mínimo de educação ou compaixão a quem nos é semelhante.

É muito mais feio ser grosseiro do que ter celulite. Pros desvios de caráter não há photoshop que dê jeito.

Anúncios

12 Comentários »

  1. Mto bom o texto, Nádia.

    Bom, para ser sincera, eu nem achei ela tão gorda assim nas fotos.
    É um corpo bem normal. Acho que todos sabemos que o Brasil não tem SÓ aquelas mulatas maravilhosas, né?

    Essen povo que gonga ela, aposto que nem tá comendo coisa melhor ou, pior, deve estar pagando para isso.

    beijos

    Comentário por Juh Faddul — sexta-feira, novembro 13, 2009 @ 11:36 | Responder

    • Cara, se tirassem uma foto minha em Ipanema há 20 dias, ia servir pra fazerem bonecos de Judas por aí. Gorda e branquela.

      Eu também não achei ela gorda. Como você disse, achei normal. Ela não é escultural. Mas eu, que cubro celebridades e tenho anos de praia, fico pensando: e quem o é?

      Beijo!

      Comentário por Nádia Lapa — sexta-feira, novembro 13, 2009 @ 11:40 | Responder

  2. nossa, foi fantástico isso. clap clap pra vc. assino embaixo com entusiasmo.

    Comentário por Marcela — sexta-feira, novembro 13, 2009 @ 11:38 | Responder

    • Eu sou foda.

      Comentário por Nádia Lapa — sexta-feira, novembro 13, 2009 @ 11:43 | Responder

  3. acho que vocês focaram em algo que eu, como homem (e gordinho com orgulho), não focaria. nada justifica a atitude fascista da “universidade” em questão, mas a geysa (como a má gosta de chamar) está exagerando. não, ela não é gorda. no entanto, não… as fotos dela também não me agradam. nada me dá o direito de ofendê-la, pois também não sei se desagrado as pessoas (e isso não me importa). em contraponto, tenho o direito de não achá-la gostosa em sentido algum. há um erro em todo esse discurso, quase que repetindo a atitude unibandida. a garota é vítima, é claro, não é culpada. mas ela não é um mártir, não é um ícone, não é um exemplo. acho engraçado… as mesmas feministas que gritavam “eu não sou uma mulher-bunda”, hoje apóiam a geyse como uma bandeira fincada em solo machista. para mim, o comportamento da geyse é uma vitória do machismo: a mulher-bunda de antes foi atingida por trogloditas e ganhou ares de “geni”. lembram como termina a música? não me surpreenderia com um final semelhante.

    Comentário por Guilherme Assen — sexta-feira, novembro 13, 2009 @ 12:02 | Responder

    • Guilherme, a questão não é se a menina é gostosa ou não. Tem gente que acha a Gisele Bundchen “magra demais”, ou mulheres que não colocam o Brad Pitt no mais alto patamar da beleza masculina pq “não curtem homens loiros”. É completamente irrelevante se ela é sexualmente atraente ou não.

      Em nenhum momento eu disse que ela era um mártir. Eu sequer falava sobre este assunto. O que me levou a escrever não foi uma atitude protetora e tampouco feminista. Eu só acho que ninguém, repito NINGUÉM, tem o direito de xingar os outros. Você está numa discussão direta e pessoal com a pessoa? Ok, vocês se resolvam. Aí vale chamar de magrela, de puta, de burro, cuspir na cara, dar pontapé. Existem meios legais para reparar a injúria.

      Mas quando as pessoas sem unem numa turba, ou se escondem atrás do anonimato online, a coisa muda de figura. E já que estou cheia de perguntas, fica mais uma: pra quê? Por qual razão você vai fazer um login numa caixa de comentários só pra xingar a menina (ou qualquer outra pessoa)?

      Comentário por Nádia Lapa — sexta-feira, novembro 13, 2009 @ 12:23 | Responder

  4. Em um comentário de 2 linhas as pessoas conseguem mostrar que são preconceituosas em vááários aspectos…resumindo tudo, como falamos outro dia: ódio!
    Cansada, viu?
    Beijo
    Re

    Comentário por Renata — sexta-feira, novembro 13, 2009 @ 12:44 | Responder

    • Eu também estou bem cansada. Por isso tenho até ficado mais em casa, sabia? Preguiça de interagir socialmente com tanta gentinha.

      Beijo!

      Comentário por Nádia Lapa — sexta-feira, novembro 13, 2009 @ 12:51 | Responder

  5. não xinguei a garota, nem estou sendo preconceituoso pelo fato de não concordar com a atitude da geyse. é apenas uma questão de bom senso. algo que falta a esta garota e que faltou em massa aos trogloditas da uniban. acho atitudes reprováveis – tanto o ataque em grupo, quanto à busca pelo destaque. e quando relembrei o fato de “feministas” de plantão estarem apoiando um alvo que, por tantas outras vezes, seria atacado, não me referia a você ou ao blog. apenas que a camiseta da “estou cansada dessa atitude” muda de time conforme a música. em situações distintas, estaríamos todos reprovando as fotos, se estas não fossem inseridas no contexto que estão. ou estou enganado? afinal, uma das coisas que mais sentimos prazer em fazer – quer seja no meu blog, ou no blog de vocês – é apontar para uma imagem e dizer: “deus! por que?!”.

    Comentário por Guilherme Assen — sexta-feira, novembro 13, 2009 @ 13:08 | Responder

    • Guilherme, estas fotos provavelmente foram tiradas do orkut da garota.

      Em relação à busca pelo destaque, quantas vezes vc já ouviu o “quando vc vai aparecer na televisão?” quando souberam que vc faz jornalismo? Na nossa sociedade, a pessoa é bem sucedida quando aparece na TV. Se acham isso no nosso meio, que é a tal “elite intelectual”, imagina se você fosse de classe média baixa, estudasse na UNIBAN (Hello!) e seu pai fosse metalúrgico?

      Comentário por Nádia Lapa — sexta-feira, novembro 13, 2009 @ 13:24 | Responder

  6. Esse assunto me dá uma preguiça, daquelas de querer deitar na rede. Nego é muito hipócrita. Mostrar o peito no carnaval e na TV pode. Agora, ir à faculdade com um micro-vestido-que-mostra-até-o-intestino-delgado-da-moça, não. Fico me perguntando o que passa pela cabeça dos estudantes que ameaçaram a colega na Uniban. Fico (ainda) imaginando a “opinião pública” (por que não morre quem inventou esse termo?) – A DONA DA VERDADE – julgando o porte físico da garota. E permaneço conjeturando que mídia-nossa-de-cada-dia é essa – A DONA DA VERDADE II -, capaz de fomentar esses absurdos que vemos todos os dias.

    Comentário por Cintia Santiago — sexta-feira, novembro 13, 2009 @ 23:37 | Responder

  7. Concordo com a Cíntia… preguiiiiiiiiiiça total desse assunto.
    Mas, respondendo ao título da nota, SIM, EU TENHO PANÇA TAMBÉM e confesso que gostaria que ela sumisse e adoraria ser uma Gisele da vida, principalmente com um Tom Brady do meu lado – Tom Brady que, por sinal, NÃO tem barriga tanquinho (já ouvi gente inclusive dizendo que ele tem panceps também) e, quer saber, acho isso supersexy!
    Beeeeeeeeeeeeeeeeeeijo!

    Comentário por Tathi — quinta-feira, dezembro 17, 2009 @ 10:40 | Responder


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: