Midcult

quinta-feira, maio 28, 2009

Pátria Minha

Esta “mania” que jornalista tem de apurar as coisas acaba nos botando loucos. Não se tem como segurar e, por isso, ao procurar o que queria, deparei-me com o que não quis.

Ao ver estas imagens…

collor2

collor

…só pude lembrar Vinicius, em Pátria Minha

Se me perguntarem o que é a minha pátria, direi:
Não sei. De fato, não sei
Como, por que e quando a minha pátria
Mas sei que a minha pátria é a luz, o sal e a água
Que elaboram e liquefazem a minha mágoa
Em longas lágrimas amargas.

Vinicius de Moraes, in Antologia Poética

Ouça assim:

Ou como quiser:

É sempre melhor ler e ouvir o poetinha. E Pátria Minha.

Cintia Santiago

Anúncios

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: