Midcult

sábado, maio 23, 2009

All the old ladies

Ontem coloquei o rádio do carro em alguma estação qualquer que não lembro. Começa a tocar uma música de 22 anos atrás. Acabou, troquei de estação. E começa exatamente a mesma música! Daí tem que entrar em “All the old ladies”, né? 

O Ira! formou-se no início da década de 1980. Charles Gavin, que depois virou um dos Titãs, fez parte da banda como baterista. Edgard Scandurra (também participou do Ultraje a Rigor) e Nasi são os dois músicos mais conhecidos do Ira!. 

O primeiro álbum lançado foi o Mudança de Comportamento, em 1985. No ano seguinte foi a vez de Vivendo e Não Aprendendo. O sucesso veio mesmo com este segundo disco. A clássica Envelheço na Cidade faz parte do álbum, mas o Ira! bombou, mesmo, foi com Flores em Você

O motivo? Simples: a música era a trilha da abertura da novela O Outro, transmitida pela Rede Globo em 1987.

Escrita por Aguinaldo Silva e dirigida pelas mesmas pessoas de sempre, a novela foi um grande sucesso. A média de espectadores era de 61 pontos no Ibope (TVs não davam em árvore há 20 anos como hoje) e levou Luma de Oliveira ao estrelato – durante a exibição da novela, ela foi capa da Playboy pela primeira da ziguilhões de vezes. O protagonista era o canastrão chamado Francisco Cuoco, que interpretava dois personagens. 

Olhem só uma das chamadas da novela (atentem para o rosto rechonchudo da Cláudia Raia, a quase monocelha da Malu Mader e o Marcos Frota com a maior cara de novinho):

A trilha sonora contava ainda com Cazuza (Nosso amor a gente inventa), Pretenders (Don’t get me wrong) e Kid Abelha, quando ainda tinha o & Os abóboras selvagens no nome (Amanhã é 23). 

O Ira! voltou aos holofotes em 2004, ao gravar o Acústico MTV, numa época em que os anos 1980 voltaram à moda. Não durou muito: em 2007, Nasi saiu da banda, que veio a acabar definitivamente em 2008. Hoje Nasi e Scandurra são dois tiozões, mesmo, e tocam seus projetos pessoais.

Nádia Lapa, que assume sua velhice ao dizer que adorava O Outro 

 

Anúncios

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: