Midcult

quinta-feira, maio 21, 2009

Thiiiiiiiiis was… American Idol!

 

Atenção! Se você ainda não viu a final de American Idol, não leia este post!!!

 

Hoje a oitava temporada de American Idol chegou ao final. Adam Lambert e Kris Allen duelaram pelo título que, no final, não é garantia de sucesso profissional. Afinal, é só pensarmos em Ruben, que ganhou a segunta temporada; ou na Fantasia, vencedora da edição seguinte. Eles podem até fazer algum sucesso nos EUA, mas internacionalmente… Já Jennifer Hudson rodou antes das finais da terceira temporada, mas ganhou Oscar, Grammy, Bafta, Globo de Ouro e por aí vai. 

 

28301782-28301787-slarge

Minha amiga Renata Matteoni é fã do Kris; já eu não tinha preferências. Reconheço, porém, a superioridade de Adam. Mas como eu sou uma pessoa estranha e não consigo me identificar com alguém que use tanta maquiagem, não tinha nenhum favorito para a noite de hoje.

O programa foi recheado de grandes atrações. Kiss, Jason Mraz, Keith Urban, os chatíssimos Black Eyed Peas (Fergie com um queixo duplo, aliás) e Cyndi Lauper foram algumas delas. Apesar da grandiosidade, houve momentos constrangedores, como os participantes vestidos de branco para cantar So What, da Pink; a pentelha da Tatiana correndo pelo palco (sério, nunca ninguém me irritou tanto como essa menina); ou ter que ouvir – DE NOVO – o ganhador cantando No Boundaries, da Kara. O que se tornou ainda mais constrangedor, pois, afinal de contas, o Kris Allen não é um cantor lá muito bom. É, isso aí. Foi ele quem ganhou o American Idol 2009.

kris-allen3

Se ele não era o melhor, por que ganhou? Bom, Adam Lambert é um gritalhão, usa muita maquiagem e força uma barra no figurino. Além disso, seu carisma tendia a zero. Chegava até a parecer arrogância (talvez fosse, mesmo). Como se tudo não bastasse, é gay. 

kiss

Acho o Kris bastante cute, mas a vitória dele também significa a vitória do conservadorismo e do preconceito. Adam pinta as unhas de preto, usa lápis no olho e beija garotos, como se pode ver na foto acima. Enquanto isso, Kris é o garoto que poderia ser nosso colega de classe, ou um vizinho simpático. Ele casou-se com a namorada de anos e com ela teve uma filha; fez trabalho voluntário em Moçambique, Tailândia e em outros países; e é cristão fervoroso.

Um fofo, claro. Mas não era o melhor cantor.

Perder é sempre péssimo, especialmente quando você sabe que era o melhor. Mas Adam Lambert deve estar feliz. Primeiro, por não ter que gravar a tal No Boundaries mela-cueca-from-hell. Segundo, por ter seu talento de gritador-mor reconhecido por diversos artistas (Katy Não Consigo Cantar Ao Vivo Perry usou uma capa com o nome dele; Robbie Williams falou bem dele no blog pessoal). Terceiro, porque ele tá bem na fita, ó:

 

Adam e seu namorado, Drake.

Adam e seu namorado, Drake.

 

Bom, mais uma prova de que o melhor nem sempre vence. E que a nossa sociedade continua ridiculamente preconceituosa e tosca.

Nádia Lapa

 

 

 

Anúncios

7 Comentários »

  1. Realmente foi uma hipocresia da sociedade americana não dar a vitória ao Adam… Se ele tivesse perdido para o Danny Gokey seria mais justo, mas para o Kris???kkkk
    Quantas apresentações alguém se lemra do Kris…
    Agora do Adam ninguém esquece as performances de Mad World, One, entre outras… O Simon deve ter tido uma úlcera só de ouvir que o Kris é o vencedor….

    RIDÌCULO

    Comentário por Sol — quinta-feira, maio 21, 2009 @ 09:39 | Responder

  2. Eu torcia pelo Kris… acho que o Adam é MUITO MUITO bom, mas os gritos dele me irritavam um pouco. Acho que o Kris improvisava melhor também. Você viu o dia que ele cantou “Heartless”, do Kanye West?
    Bjo

    Comentário por Tathiane — quinta-feira, maio 21, 2009 @ 14:45 | Responder

  3. Ah, e esqueci de dizer… eu discordo que isso seja preconceito. Se assim fosse, na boa, ele não teria sequer chegado à final, você não acha?
    Só que assim… é o público que decide. Eu acho que o Kris era mais carismático e acho que, principalmente no programa em que foram selecionados os participantes que iriam para a final, o Kris mandou MUITO melhor. Mas essa é apenas a minha opinião. Claro que isso tem influência com os tipos musicais que prefiro… não sou fã de gritinhos a cada cinco notas.

    Comentário por Tathiane — quinta-feira, maio 21, 2009 @ 14:48 | Responder

  4. Então, Heidi…
    Eu também não gosto de gritos e até disse no Twitter que o Kris era simplesmente adorável.

    Porém, como o próprio Simon repetiu over and over again, aquilo era uma “singing competition”. E, convenhamos, o Adam é melhor nessa parte.

    Acho que os americanos ficam com a ideia de que um “american idol” não pode ser alguém tão… digamos… exótico.

    É aquela velha história de torcemos pra time pequeno, sabe? Como diria Joseph Campbell sobre a Jornada do Heroi, o “heroi” precisa ser alguém com quem nós nos identifiquemos (total midcult isso). E, por isso, uma pessoa “perfeita” fica longe de nós. Talvez por isso Adam tenha perdido.

    Comentário por Nádia Lapa — quinta-feira, maio 21, 2009 @ 15:04 | Responder

  5. Querida, pensei em dua shipoteses para essa zebra: 1o. nem tanto homofobia, mas acho que o Adam pode ser um pouco over the top, dificil mesmo pra uma sociedade conservadora engolir; 2o. as adolescentes americanas, li em algum lugar, eram a principal torcida do Kris…talvez elas tenham sido responsa´veis por um bombardeio de torpedos pró Kris, será? Mas isso tudo são hipóteses.
    Eu admito preferir o estilo guy next door do Kris, soft, sem gritaria. A performance de Heartless foi incrível, e acho queo fato de ele tocar violão e piano me agradava. Adoro acústicos, adorei a segunda performance dele na final. Mas sem dúvida o Adam tinha mais voz, era muito mais showman. Seria legal se ele ganhasse pelo que ele representa. Gostava do estilo teatral, mas não dos gritos. Qdo ele dava aqueles gritos e cãmera focalizava a bocona aberta com a lingua meio pra fora ficava incomodada.
    Agora, vamos combinar que o kris era o contestant menos brega. o que são os figurinos de idol, vc ocnsegue explicar Nadia Lapa?
    beijo
    Re

    Comentário por Renata — quinta-feira, maio 21, 2009 @ 15:51 | Responder

  6. Rê, eu não coloco a “homofobia” como o primeiro lugar na lista dos motivos pelo qual o Adam perdeu.

    Acho que foi uma série de coisas, mesmo (já que a superioridade dele é inquestionável). É a unha pintada de preto, a maquiagem exagerada, as roupas bizarras, o fato de ele ser gay e a arrogância. Acho que neste ponto mesmo é que o Kris passou à frente. O Kris é fofo, dá vontade de colocar no colo, tem uma filha loirinha. Sabe?

    E a sua segunda hipótese (a das adolescentes terem votado freneticamente) é bem razoável. Mas, mais uma vez: elas gostam do Kris pq ele é bem “garoto perfeito”.

    Beijo.

    Comentário por Nádia Lapa — quinta-feira, maio 21, 2009 @ 16:26 | Responder

  7. […] difetrente como o Adam. E não estou falando de sua opção sexual. Não quero me extender, deixo o link pra análise que a Nadiuska fez, que ficou bem bacana. E a verdade é que, em se tratando de Idol, no final das contas ganhar não […]

    Pingback por American Idol season 8 finale « pipocando — domingo, maio 24, 2009 @ 21:29 | Responder


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: